CRISE: Mulher mais rica da Ásia perdeu metade de sua fortuna com crise imobiliária da China

Patrimônio de Yang Huiyan caiu para US$ 11 bilhões devido aos problemas de demanda e inadimplência enfrentados pelos maiores desenvolvedores chineses

Porto Velho, RO
Yang Huiyan, a mulher mais rica da Ásia, viu sua fortuna cair para US$ 11 bilhões, de quase US$ 24 bilhões no início deste ano, à medida que a crise imobiliária da China aumenta, segundo o Bloomberg Billionaires Index.

A empresária de 41 anos controla a Country Garden Holdings, a maior incorporadora imobiliária da China em vendas. Sua participação foi em grande parte transferida de seu pai Yang Guoqiang, que fundou a empresa em Foshan, província de Guangdong, em 1992.

As ações da Country Garden perderam mais da metade de seu valor em 2022, já que o setor imobiliário chinês tem enfrentado com a queda dos preços das casas, o enfraquecimento da demanda dos compradores e uma crise de inadimplência que envolveu alguns de seus maiores desenvolvedores desde o ano passado.

Apesar de perder mais da metade de sua fortuna, Yang continua sendo a mulher mais rica da Ásia, segundo o Bloomberg Billionaires Index. A queda em seu patrimônio líquido diminuiu a diferença para outras bilionárias na China, deixando Yang a apenas US$ 100 milhões de Fan Hongwei, que controla a Hengli Petrochemical, da indústria petroquímica.

Atoleiro imobiliário da China

A Evergrande, a imobiliária mais endividada da China, deixou de pagar seus títulos em dólares americanos em dezembro, após meses de problemas de liquidez. Desde então, vários outros grandes desenvolvedores, incluindo Kaisa e Shimao Group, também buscaram proteção dos credores.

Nas últimas semanas, a crise imobiliária se agravou, com milhares de compradores insatisfeitos que fizeram pagamentos iniciais de casas inacabadas ameaçando parar de pagar as hipotecas se a construção não for concluída a tempo.

A Country Garden também está enfrentando um crescente estresse de liquidez. Na quarta-feira (27), a desenvolvedora anunciou que venderia ações com um desconto de quase 13% para levantar US$ 361 milhões. Alguns dos recursos serão usados ​​para pagar a dívida offshore da empresa, acrescentou.

“Os boicotes de hipotecas são uma ameaça dupla para os desenvolvedores e para o mercado imobiliário”, disseram analistas da Capital Economics em um relatório de quarta-feira.

A análise chama atenção para o problema de desenvolvedores sem dinheiro serem incapazes de concluir as propriedades que já venderam, o que está “afastando novos compradores”. Os boicotes também tornaram os bancos mais cautelosos na emissão de hipotecas, o que pode prejudicar ainda mais as vendas de imóveis.

Em um relatório no início desta semana, a S&P Global Ratings estimou que as vendas de imóveis na China podem cair em um terço este ano, pois o mercado acredita que os desenvolvedores não conseguirão concluir as unidades pré-vendidas a tempo – a maneira mais comum de vender casas no país.

“Sem vendas, muitos outros desenvolvedores entrarão em colapso, o que é uma ameaça financeira e econômica”, disseram analistas da Capital Economics.


Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem