O dia 07 de maio na história de Porto Velho, Rondônia, Brasil e Mundo


O DIA NA HISTÓRIA

Lucio Albuquerque

Jlucioac@gmail.com

BOM DIA 7 DE MAIO!

COMEMORA-SE

Dia do Oftalmologista. Dia do Silêncio. Dia Mundial da Espondilite Anquilosante (artrite autoimune inflamatória crônica). Dia Internacional da Luta contra a Endometriose.

Católicos lembram Rosa Venerini, Sana Gisela de Baviera, Santa Flávia Domitila (Ortodoxos lembram dia 12 de maio), 

RONDÔNIA

1971 – Coordenado pelo técnico Frederico Álvares Afonso, a Ceplac, inicia a implantação do projeto de produção de cacau em Rondônia.

BRASIL

1880 - Morre Luís Alves de Lima e Silva (Duque de Caxias), patrono do Exército brasileiro. 

1927 -  Criada no Rio Grande do Sul a 1ª empresa aérea brasileira, a Varig, extinta no início dos anos 2 mil.  

2007 - Primeira sessão do Parlamento do Mercosul.

MUNDO

1274 — Realizada na França, a 1ª sessão do 2º Concílio de Lyon para regular a eleição do Papa. 

1824 — Em Viena estreia a 9ª Sinfonia de Beethoven. 

1840 - Nasce  Piotr Ilitch Tchaikovsky, compositor russo, autor, da ópera “O Lago dos Cisnes”. 

1910 — O cometa Halley passa pela Terra. 

1945 – II Guerra Mundial: Rendição da Alemanha aos aliados, mas o ato foi assinado dia 8, e dia 9 com a URSS. 

1960 — Guerra Fria:  a União soviética anuncia a prisão do piloto Gary Powers (EUA), a quem a URSS acusa de espionagem.  

1973 - O jornal The Washington Post recebe o Prêmio Pulitzer pela cobertura do “Caso Watergate, que levou à renúncia do presidente Nixon (EUA). 

FOTO DO DIA

Em 1965 Porto Velho vivia o auge da garimpagem de cassiterita, e o trem da Madeira-Mamoré, apesar de todos os problemas, ainda cumpria sua missão. 

Naquele ano, dois irmãos libaneses, Youssef e Mohamed Kassem Rijaze, família da localidade de Quaraoun, Vale do Bekaa, os dois há mais de 15 anos em Porto Velho, , mudaram suas vidas e apostaram tudo para abrir um restaurante dedicado à gastronomia de sua terra natal. 

O que eles não imaginavam é que o empreendimento, logo recebendo adesão de moradores e (mais ainda) de visitantes, entrando para a história, o  Restaurante Almanara (foto), às vésperas de completar 60 anos de atividade, só que os “brimos” são os descendentes, jovens, mas mantendo a mesma linha, no cardápio e no atendimento. 

E com boa clientela como, coincidentemente outro restaurante, surgido à mesma época, o “Remanso do Tucunaré”, voltado à cozinha regional, se instalava na cidade, especializado em peixes. Como o Almanara, continua atendendo. (F. Saudosismo Portovelhense)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem