O dia 31 de março na história de Porto Velho, Rondônia, Brasil e Mundo

O DIA NA HISTÓRIA

Lúcio Albuquerque

jlucioac@gmail.com

BOM DIA 31 DE MARÇO!

COMEMORA-SE

Dia da Integração Nacional. Dia da Saúde e da Nutrição.

Católicos lembram São Benjamin, Santa Balbina de Roma, Santo Acácio de Meliten, Santo Amós, São Guido de Arezzo, São John Donne. . São Abdas de Susa (Igreja Síria ou Siríaca)

RONDÔNIA

1947 – A 2ª Cia. Rodoviária Independente, do Exército, encerra suas atividades sem cumprir o projeto de construir a rodovia Porto Velho/Vilhena. 

1971 – Vigora a Portaria 195 proibindo a garimpagem manual na Província Estanífera do Brasil (RO e partes do Acre, Amazonas e Mato Grosso). 

1964 – Movimento militar depõe o presidente João Goulart. Há prisões em Porto Velho e Guajará-Mirim

BRASIL

1892 - Divulgado o “Manifesto dos 13 Generais” contra o presidente Floriano Peixoto. 

1964 – Movimento civil-militar, com forte apoio da população, derruba o presidente Joao Goulart. 

1965 - O Pico da Neblina (AM), ponto mais alto do Brasil (2 993,78 m), é escalado pela 1ª vez.

MUNDO

1727 - Morreu, em Londres, Isaac Newton, o 1º matemático a descrever a lei da gravidade. 

1869 - Morreu Allan Kardec, o codificador da Doutrina Espírita, iniciando o moderno espiritualismo. 

1889 - A Torre Eiffel é inaugurada por Gustave Eiffel que a projetou. 

1980 - Morre Jesse Owens, ganhador de 4 ouros nas Olimpíadas de Berlim, quando humilhou o ditador Adolf Hitler. 

1998 - Netscape libera o código-fonte do Mozilla sob uma licença de código aberto.

FOTO DO DIA

E de repente as tradicionais armações do dia 1 de abril nem tiveram o mesmo sabor, porque desde a noite anterior, em todo o país, o movimento cívico-militar de 31 de março começou a acontecer. Apesar da distância dos grandes centros, numa época em que os meios de comunicação eram mínimos, e as pessoas dependiam mais do telégrafo para trocarem informações, 1964 também aconteceu aqui. 

Como um fantasma, um visitante que ninguém prestara atenção, procurou o jornalista Euro Tourinho (diretor do jornal Alto Madeira), disse quem era, e a que veio: “Sou o capitão Anachreonte. Sou o agente da revolução”. 

E pediu a sala de Euro para uma reunião com algumas pessoas que nomeou para cargos de direção do Território. Estava iniciado o período de 1964 em Rondônia. Muitos foram presos, como o secretário-geral da prefeitura Carmênio Barroso (na foto entre o documentarista Beto Bertagna e Euro) foi um dos presos no início do dia 1º de abril que, naquele ano, não foi o “Dia da Mentira”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem