ESPORTE: Ciclovias e ciclofaixas construídas às margens das rodovias trazem mais segurança para ciclistas

Ciclovias dão mais segurança aos ciclistas trafegarem pelas margens das rodovias

Porto Velho, RO - Com intuito de fortalecer novos caminhos e incentivar o esporte que o Governo de Rondônia construiu, com recurso próprio e execução direta do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes – DER, cinco ciclovias e uma ciclofaixa, construídas em paralelo às rodovias Estaduais, trazendo mais qualidade de vida e segurança aos ciclistas rondonienses.

De acordo com o diretor-geral do DER, Eder André Fernandes Dias, as ciclovias/ciclofaixas são modernas e planejadas para levar mais qualidade de vida aos moradores. “Agora, os amantes do pedal contam com espaço exclusivo e seguro para a prática do esporte”, afirmou o titular da pasta.

São mais de 38 quilômetros de via exclusiva para os amantes do pedal, em rodovias estaduais

São mais de 38 quilômetros de via exclusiva para os amantes do pedal. De acordo com o Governo de Rondônia, uma das metas da gestão é modernizar as rodovias, construindo equipamentos que tragam mais qualidade de vida aos rondonienses. “Estamos construindo ciclovias nas rodovias, para dar mais acessibilidade, saúde e segurança aos praticantes do pedal”, destacou o governador Marcos Rocha.

O município de São Miguel do Guaporé foi beneficiado com 4.750 metros de ciclovia. “A ciclovia se estende por todo o trecho. No total foram 2.550 metros de duplicação da pista da RO-481, que vai do frigorífico até a linha 82 e mais 2.200 metros do projeto “Tchau Poeira”, na linha 82 (entrada da cidade)”, explicou o diretor do DER.

Na RO-460, no município de Buritis, são 7.000 metros de ciclovia saindo do portal da cidade até a escola Marcos Satélite. Já na rodovia-257, na saída do município de Ariquemes, a população foi contemplada com 3.600 metros de ciclovia.

Servidora pública se sente segura com a construção da ciclovia, em Rolim de Moura

Em Rolim de Moura, a ciclovia possui uma extensão de mais de 13.000 metros. São aproximadamente três metros de mão dupla para os ciclistas e dois metros de acostamento para os veículos. A servidora pública, Juliana Pereira está feliz com a construção da ciclovia, em Rolim de Moura. “Quando o Governo do Estado falou sobre construir a ciclovia, eu não sabia que iria ser tão rápido. Mas hoje, a ciclovia é uma realidade sendo entregue em tempo recorde. A ciclovia vai até o quilômetro 15, paralelo à rodovia-479, sentido BR-364. Para quem gosta de pedalar, são quase 30 quilômetros ida e volta, com uma paisagem deslumbrante. Pedalo desde 2019. Antes tínhamos que dividir a pista com caminhões, o que deixava o esporte muito perigoso”, comentou.

Em Ji-Paraná, na rodovia 135, entre a ponte sobre o rio Urupá, inaugurada pelo Governo de Rondônia, até a rotatória do Anel Viário, dos 3.500 metros de ciclovia, 2.700 metros já foram entregues pela equipe do DER. O projeto que vai alargar a RO-135 e implantar a ciclovia unindo o bairro Urupá à ciclofaixa, já em uso no anel viário, foi um compromisso do chefe do Executivo Estadual.

Já no anel viário de Ji-Paraná, na RO-135 que interliga a BR-364, passando por fora do perímetro urbano da cidade, a via ganhou 27 km de ciclofaixa localizada nas duas mãos paralelo à rodovia, ou seja, 13,5 quilômetros de cada lado, ida e volta.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem