TRANSPORTE AÉREO: Projetos de melhorias em aeroportos de Rondônia são pontuados em Brasília; recursos ultrapassam R$ 38 milhões

Aeroportos do Estado foram pontuados durante encontro entre o Governo de Rondônia e o Ministério da Infraestrutura, em Brasília

Porto Velho, RO - Os projetos de melhorias de aeroportos de Rondônia terão um aporte da União superior a R$ 38 milhões, por meio do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac). A confirmação veio do ministro da Infraestrutura Marcelo Sampaio, na última terça feira (26), durante reunião com o governador de Rondônia, Marcos Rocha, e as equipes técnicas do ministério e do Estado, em que apresentaram as principais demandas dos aeroportos de Ji-Paraná, Cacoal, Ariquemes e Vilhena.

O chefe da Coordenadoria de Infraestrutura Aeroportuária – CIA, do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transporte – DER, Philipe Rodrigues Maia Leite, listou os aeroportos de Rondônia, e as principais ações do Governo Federal no Estado e destacou que alguns projetos estão mais próximos de concluir. “Vários pontos precisam ser melhorados, levando em conta que cada aeroporto tem sua peculiaridade, mas em parceria podemos enumerar as necessidades mais urgentes”.

Governo de Rondônia se reuniu com o Ministério da Infraestrutura na terça-feira

O ministro Marcelo Sampaio reconheceu a parceria entre o Governo de Rondônia e o Governo Federal, e afirmou que o órgão possui diversas formas de atuação conjunta para execução das melhorias nos modais aeroviários. “Há vários acordos de cooperação nos quais podemos incluir Rondônia e traçar alternativas para a execução destes projetos”, pontuou.

JI-PARANÁ

Com a assinatura no mês passado da Ordem de Serviço – OS, para a elaboração do projeto de construção do novo Terminal de Passageiros – TPS no Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná pela Infraero, o governador encaminhou demandas que, com o apoio do ministro podem acelerar as resoluções. O ministro confirmou aporte para a aquisição do PAPI secundário – sistema de iluminação lateral da pista – e para as obras do novo terminal de passageiros.

ARIQUEMES

Está sendo ajustado contrato para os estudos de construção do aeroporto de Ariquemes, a ser elaborado pela Infraero. A empresa terá prazo para apresentar alternativas à construção do terminal de passageiros, alargamento da pista de pouso, tanto no comprimento quanto na largura e aquisição dos equipamentos e mobiliários para o transporte de cargas e passageiros por aeronaves.

CACOAL

Segundo o relato Governo do Estado, o Aeroporto Capital do Café de Cacoal, ficou um dos mais bonitos e modernos da região. Desde o início deste mês, após os serviços de terraplanagem para regularização das faixas de pista, a ampliação do estacionamento e do terminal de passageiros, novas salas de embarque e de desembarque, banheiros, e a construção da nova cerca patrimonial em todo o aeroporto, a Agência Nacional de Aviação – Anac, emitiu certificado que atesta as condições de segurança do local. Para o município, o ministro se comprometeu com o processo de aquisição de mobiliário e equipamentos.

VILHENA

As operações aéreas no Aeroporto Brigadeiro Camarão de Vilhena retornaram em junho de 2021, e mesmo no auge da pandemia houve investimentos superiores a R$ 3 milhões que proporcionaram a volta dos voos. Os investimentos para o aeroporto está na fase final de licitação e serão implementados: biruta iluminada, farol de aeródromo, PAPI primário e iluminação de pátio.

O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – Dnit, Antônio Leite dos Santos Filho, ressaltou que os estudos da pasta vão pontuar as melhores soluções para acelerar a execução dos projetos.

Para não impactar nos cofres estaduais, foi discutido na reunião, que as emendas parlamentares podem ser uma opção. “A Bancada Federal de Rondônia pode apoiar neste momento importante para que ainda este ano, possamos ver as melhorias de mobilidade, tanto nas rodovias quanto nos aeroportos sendo executadas”, pontuou o governador Marcos Rocha.

RODOVIAS FEDERAIS

Quantos às obras nas principais rodovias federais que passam pelo Estado de Rondônia, o pedido do chefe do Executivo Estadual foi para que os estudos já feitos na gestão anterior do ministério sejam mantidos, levando em consideração, que não houve mudança na equipe técnica.

O governador Marcos Rocha recebeu o parecer do ministro Marcelo Sampaio, que cada projeto de infraestrutura das rodovias federais será avaliado na sua gestão e que vai propor diversas formas de acordo de cooperação e soluções ágeis, para rodovias, concessões e até ciclovias.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem