INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA: Contrato do aeroporto de Ariquemes é assinado com expectativa de atender a mais de 250 mil pessoas do Vale do Jamari

Contrato para elaboração do projeto de construção do aeroporto de Ariquemes foi assinado

Porto Velho, RO - Seguindo o mesmo padrão de modernidade, segurança e conforto do aeroporto de Cacoal, concluído recentemente, o Governo de Rondônia assinou nesta quarta-feira (27), juntamente com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero o contrato de elaboração do projeto para execução do novo aeroporto de Ariquemes. Na ocasião, o governador do Estado, Marcos Rocha, destacou ao presidente da Infraero, Hélio Paes de Barros Júnior, que a parceria vai agregar mais qualidade ao projeto.

O chefe do Poder Executivo reconheceu que a parceria com a Infraero apresentará melhorias nas condições estruturais e tecnológicas do aeroporto, como aconteceu nos já inaugurados na atual Governo do Estado. “Temos conseguido economizar recursos para que nosso Estado possa custear a contrapartida que os contratos exigem”, reforçou.

Governo de Rondônia destacou à Infraero as regiões beneficiadas com o aeroporto de Ariquemes

Em conformidade aos estudos iniciais a estimativa do novo Aeroporto de Ariquemes é atender a mais de 250 mil pessoas da região do Vale do Jamari.

O presidente da Infraero, Hélio Paes, afirmou que a empresa tem como meta integrar os voos locais para aeródromos com capacidades ainda maiores. “O rondoniense pode pegar um voo até Porto Velho e, da Capital para outros aeroportos, dessa forma, tendo a oportunidade de ir para qualquer lugar do mundo”, pontuou.

Dentro do escopo do contrato firmado, o projeto que vai beneficiar Ariquemes e todo o Vale do Jamari, com a construção do novo terminal de passageiros, prevê a ampliação da pista de pouso e decolagem, tanto no comprimento quanto na largura e o recapeamento total do pavimento. Além disso, está no objeto do documento, a aquisição dos equipamentos e mobiliários que completam 100% do funcionamento do aeroporto.

Com parte de investimento advindo do Estado de Rondônia, na Fonte 100 (arrecadação de impostos e transferências constitucionais), o diretor-geral adjunto do Departamento Estadual de Estradas de Rodagens e Transportes – DER-RO, Eder André Fernandes Dias, explicou que o valor do projeto foi possível graças a economia de recursos em Rondônia. “A economia que tem sido feita no Estado vai permitir implementarmos este projeto, o qual fora apresentado no valor de pouco mais de R$ 2 milhões (dois milhões de reais) e que pela magnitude da sua execução vai trazer benefícios para toda a região”, esclareceu o diretor-geral adjunto do Departamento Estadual de Estradas de Rodagens e Transportes – DER, Eder André Fernandes Dias.

Dentro do organograma traçado com as metas de execução, o prazo máximo para a entrega dos estudos iniciais ao Governo do Estado está previsto para até 270 dias. “Nossa meta é concluir o mais rápido possível, pois sabemos da espera que a população tem há anos por um aeroporto de qualidade”, destacou o presidente da Infraero.

No momento em que a empresa pública entregar o projeto, o Governo de Rondônia pode, juntamente aos órgãos que emitem autorizações ambientais, licitar a obra e iniciar efetivamente os trabalhos. A expectativa é que o transporte de cargas de mercadorias da região também possa ser uma via importante na logística do projeto.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem