DIA MULHER: Esforços pelas preservação ambiental são destacados neste Dia Internacional da Mulher


Sedam conta o trabalho de diversas ambientalistas fazem importantes ações em prol do desenvolvimento do meio ambiente

Porto Velho, RO - Na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), diversas mulheres são destaques no esforço diário pela preservação ambiental e por fazerem pesquisas de grande relevância sobre as espécies nativas do Estado.

Um dos setores que mais exerce trabalho de campo e pesquisa na Sedam, é o trabalho de monitoramento da biodiversidade realizado pela Coordenadoria de Unidades de Conservação (Cuc). A servidora Anita Ho-Tong Thomaz, bióloga , faz parte de um projeto de monitoramento, onde realiza ações voltadas ao monitoramento da biodiversidade e gestão de Unidades de Conservação, em parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ela conta a importância desta o momento que mais marcou sua trajetória na Sedam.

Anita é servidora da Sedam desde de 2009 e atualmente desenvolve o trabalho de Monitoramento da Biodiversidade

“A experiência que mais me marcou e que na verdade continua me marcando, é poder visitar as áreas protegidas (Unidades de Conservação) e poder me deparar com tanta beleza cênica e com essa rica fauna e flora existente. Mas no dia em que pude ver o maior felino das Américas, (Onça-Pintada/Panthera onca) esse dia foi ímpar e ficará gravado em minha memória, eternamente” explicou a bióloga.

Apesar das idas a campo terem diminuído devido à pandemia, a equipe da Sedam continua as atividades de monitoramento ambiental, que conta com registros de plantas vasculares, animais, e a coleta de informações sobre os animais silvestres para avançar com o conhecimento e a divulgação da fona e flora rondoniense.

O trabalho desenvolvido pela bióloga é de grande importância para o órgão e para o Estado, no qual envolve a pesquisa e desenvolvimento com o intuito de estabelecer estratégias de conservação ambiental.

Ingressou na Sedam em 2009 onde coordenou um projeto desenvolvido pela Coordenadoria de Educação Ambiental, e por quatro anos trabalhou no setor de Fauna desenvolvendo atividades de levantamento, recebimento e resgate de fauna, análise de projetos de fauna ligados ao licenciamento ambiental e operei o sistema de criadores de passeriformes (SISPASS).

Para Anita, o dia internacional da mulher também uma contribuição para o reconhecimento das ações realizadas pelas profissionais do meio ambiente, que enfrenta e combate todos os dias a desigualdade que ainda persistem em nossa sociedade “Atualmente buscamos cada vez mais termos voz em todas as vertentes sociais. Essa luta da força feminina é de suma importância para o fortalecimento das mulheres na área ambiental, pois tem contribuído fortemente para o desenvolvimento e proteção ambiental no Estado de Rondônia, Brasil e Mundo” ressaltou a servidora da Sedam.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem