DETRAN: Formação continuada e elaboração de projetos são temas abordados no Encontro Pedagógico de Ouro Preto do Oeste

Ruymar Pereira destacou a importância da integração e alinhamento das ações

Porto Velho, RO - Políticas nacionais de trânsito, elaboração de projetos, formação continuada e monitoramento pedagógico são temas discutidos durante Encontro Pedagógico do Detran Rondônia que está sendo realizado no polo de Ouro Preto do Oeste. Nesta quinta-feira (31) o Encontro de Planejamento Pedagógico está sendo realizado no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Ouro Preto do Oeste. O evento encerra-se nesta sexta-feira (1º).

O diretor Técnico de Educação de Trânsito (Dtet), Ruymar Pereira, voltou a ressaltar a importância da integração entre os servidores e o alinhamento das ações de Educação de Trânsito em todas as unidades da autarquia e afirmou que representantes de todas as localidades estão participando do Encontro de Planejamento Pedagógico de 2022.

O primeiro Encontro Pedagógico foi realizado em Porto Velho, semana passada aconteceu em Cacoal e atendeu os servidores daquela regional. Na semana que vem, no período de 5 a 8 de abril, acontece na regional de Ariquemes, finalizando o ciclo de planejamento e alinhamento das ações educativas para este ano, conforme afirmou Ruymar Pereira.

Políticas nacionais de trânsito são temas do encontro

A Segunda Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2021-2030 foi abordada pelo palestrante e professor Sidinei Costa de Oliveira Rodrigues, destacando as políticas nacionais de trânsito com ênfase no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) com determinações do Código Brasileiro de Trânsito (CTB).

As regulamentações referentes à educação de trânsito; apresentação de projetos “Educar Para Vida”; Formação Continuada e Monitoramento, Educação e Cidadania – Trânsito Seguro começam na Escola; elaboração de projetos e atividades práticas, como intervenção educativa, pit stop e ações performáticas, também foram debatidos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) viu a necessidade de revisar o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito abrindo discussão mais abrangente com órgãos e entidades governamentais e não governamentais integrantes do Sistema Nacional de Trânsito e posteriormente envolver, por meio de instrumentos de efetiva participação social.

A importância da comunicação também foi abordado

A doutoranda Gilceli Correia de Oliveira palestrou sobre “Habilidade Comunicacional e Oratória” destacando a importância de se comunicar de forma correta, clara e objetiva, não apenas com a comunicação verbal, que é a mais conhecida e usada, mas existem outras formas de comunicação não verbal, podendo ser por meio da escrita, expressão corporal, entre outras maneiras.

A comunicação de forma correta é fundamental para gerar confiança, fortalecer vínculos e na área de educação facilita o intercâmbio entre as pessoas e agrega valor ao que está sendo desenvolvido na troca de experiência e de conhecimentos e no desenvolvimento social e pedagógico.

Nesta sexta-feira (1º) serão apresentados e debatidos os projetos “Condutor Legal”; Mobilidade Cidadã”, “Educar para a Vida”; “Educação e Cidadania – Trânsito Seguro começa na Escola” e apresentação dos formulários e instrumentais dos projetos.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem