DESENVOLVIMENTO: Produtores rurais de Nova Brasilândia d'Oeste recebem pelo "Plante Mais" mudas clonais de café e cacau


Em Nova Brasilândia d’Oeste foram entregues quase 100 mil mudas de café clonal e quatro mil de cacau clonal aos produtores

Porto Velho, RO - Produtores rurais de Nova Brasilândia d’Oeste, na Região da Zona da Mata, receberam na terça-feira (8) gratuitamente 97.500 mudas de café clonal e quatro mil mudas de cacau clonal, em cerimônia realizada no pátio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Aurélio Buarque de Holanda. A iniciativa faz parte do maior volume de entregas do programa “Plante Mais” do Governo de Rondônia.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a meta é ajudar os pequenos produtores a se tornarem grandes, proporcionando mudas mais produtivas, e assistência. Ele pontou ainda que os investimentos de políticas públicas no agronegócio tem dado resultados muito positivos no Estado.
 
Governo de Rondônia destaca o crescimento do agronegócio em Rondônia

“Os dados demostram que o agronegócio está crescendo em Rondônia, pois o valor bruto anual da lavoura e agropecuária saltou de R$ 9.8 bilhões em 2019, para mais R$ 20 bilhões em 2022, e o Governo apoia os produtores e investe em melhorar a qualidade e produtividade no Estado”, destaca Marcos Rocha.

O chefe do Poder Executivo ainda explicou que a destinação de recursos para o agro, assim como também está acontecendo em outros eixos de desenvolvimento do Estado, só está sendo possível após uma gestão responsável e estratégica focada em trazer benefícios para a população.

Marcos Rocha enfatizou ainda que assim, foi possível sair da situação financeira de falta de recurso, como era a realidade do Estado em 2019, com as contas no vermelho, faltando R$ 420 milhões; e mesmo enfrentando uma pandemia, Rondônia alcançou mais de R$ 1 bilhão de superávit, ou seja, dinheiro em caixa para ajudar os rondonienses, inclusive os pequenos produtores.

O prefeito de Nova Brasilândia d’Oeste Hélio da Silva, agradeceu ao Governo de Rondônia pelo apoio. “São milhões que o Governo está investindo no município, não só agricultura familiar, que é muito importante, mas em outras as áreas de desenvolvimento como o asfalto por meio do “Tchau Poeira”. Esses investimentos irão melhorar a qualidade de vida da nossa população”.

PRODUTIVIDADE

Com o “Plante Mais”, política pública desenvolvida no âmbito da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e executada pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o Governo consegue devolver a esperança de dias melhores para pessoas como Marcionir Paião e Iraci Paião. O casal de produtores rurais já tinha perdido a esperança de adquirir mais mudas de café clonal esse ano devido as dificuldades financeiras, mas enxergaram na doação de mudas feita pelo Estado a oportunidade de ter uma safra muito rentável.
 
Entrega de mudas pelo Governo de Rondônia acendeu a luz de esperança do casal Marcionir e Iraci Paião

“Essa é uma ajuda boa para nós, já somos vitoriosos por receber essas mudas sem precisar pagar por elas. Além disso, existe muita diferença entre o café clonal e o tradicional, sendo que o clonal aparece logo os frutos e produz mais”, conta Marcionir ao destacar que as novas mudas somarão com os 1,7 mil pés de café que possui na propriedade.

A maior parte da lavoura atual de café dele também é resultado de doação por parte do Governo. “Foi muito gratificante receber essas mudas porque nós já tínhamos desanimados de plantar esse ano, pois temos muitos gastos com a saúde tanto a minha quanto a do meu marido. E agora com a entrega dessas mudas para nós é motivo de muita felicidade. Eu não via a hora de pegar para plantar”, conta Iracir ao revelar que os filhos, netos e amigos serão convocados para fazer o plantio.

O jovem casal de produtores rurais, Wilian dos Santos e Débora dos Santos, possui na propriedade quatro mil pés de café plantados, também ficou feliz em receber as mudas modificadas geneticamente para serem mais produtivas .”É muito bom receber essas mudas, pois teremos uma rendinha melhor”, disse Wilian.

Alexandre Martins Bezerra que até então se dedicava só a criação de gado para engorda, aproveitará a doação das mudas para se tornar cafeicultor. “É muito importante receber essas mudas, café clonal produz mais”.

POLÍTICA PÚBLICA

Das 97.500 mudas de café clonal e as quatro mil destinadas a Nova Brasilândia, 50 mil mudas foram adquiridas pelo Governo de Rondônia por meio da Seagri; 30 mil mudas são de recursos do Executivo Estadual por meio de indicação de emenda parlamentar do deputado estadual Laerte Gomes; e as 17.500 mudas do Fundo de Reflorestamento Ambiental (Lava Jato).

Produtores rurais Willian e Débora já sonham com uma renda melhor

Já as ‘quatro mil mudas’ de cacau clonal foram adquiridas também com recurso do Poder Executivo diretamente, e por meio de emenda do deputado Laerte Gomes; e ainda pelo Fundo Fundo de Reflorestamento Ambiental (Lava Jato).

O secretário da Seagri Evandro Padovani, destacou a importância do fortalecimento de políticas públicas voltadas para o agronegócio. “O Governo do Estado tem investido fortemente no agronegócio, transformando a agricultura familiar”, considera.

O presidente da Emater Luciano Brandão, pontuou o impacto positivo das mudas na lavoura de Nova Brasilândia. “As mudas de café que estão sendo entregues para produtores do município representam cerca de 40 hectares que daqui a dois anos, em sua plenitude, resultará em quase quatro mil sacas de café, injetando na economia de Nova Brasilândia mais de R$ 3 milhões. Desta forma, essa é uma política pública que aquece a economia não só do município, mas do Estado e do Brasil”, afirma.

Brandão ainda ressaltou que em todo o Estado são destinadas 5,3 mi mudas de café clonal e 600 mil mudas de cacau clonal. Um investimento de mais R$ 8.3 milhões, recursos provenientes do Governo de Rondônia, diretamente e por emenda parlamentar, e também do Fundo de Reflorestamento Ambiental (Lava Jato).

SECADORES

Na solenidade também houve a entrega de três secadores de café, que fazem parte do montante de 59 adquiridos por meio de convênio entre o Poder Executivo, por meio da Seagri, e o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), e com indicação de emenda parlamentar do deputado federal Expedito Neto.
 
Produtores rurais recebem mudas de café clonal

O investimento é de R$ 6.244.240,00 (seis milhões, duzentos e quarenta e quatro mil, duzentos e quarenta reais), e o objetivo é disponibilizar aos cafeicultores do Estado, equipamentos que vão tecnificar o sistema de pós-colheita do café, incentivando na melhoria da qualidade do produto e economizando mão de obra do produtor rural.

“Esses secadores vão dar a oportunidade dos produtores de terem um produto de melhor qualidade, ou seja, agregar valor a produção, e assim alcançar um preço bom para ele”, destaca Padovani.

O presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais (Asprolino), José Pedro Cardoso, ressaltou que os dois secadores destinados à associação vai ajudar os 26 produtores que fazem parte da instituição a produzir com mais qualidade. “Esses secadores vão fazer muita diferença para todos nós produtores rurais, pois vamos conseguir ter um café de melhor qualidade”.

Rondônia é considerado o maior produtor de café da Região Amazônica, e o terceiro maior produtor da espécie coffea canéfora do Brasil, está logo após os estados do Espírito Santo e Bahia.

Também estiveram presentes na solenidade o vice-prefeito de Nova Brasilândia, Alteme Franco, e gestores de cidades vizinhas: Cornélio Duarte, de São Miguel do Guaporé, e Cleiton Cheregatto, de Novo Horizonte d’Oeste.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem