COVID-19: Média móvel de mortes por Covid-19 chega a 783, a maior desde 20 de agosto

Média móvel de casos, no entanto, caiu para 167.550, menor número desde 26 de janeiro

Porto Velho, RO - O Brasil registrou 66.583 casos de Covid-19 e 428 óbitos decorrentes da doença nas últimas 24 horas. Os números foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) nesta segunda-feira (7).

Com isso, houve crescimento na média móvel de óbitos, que chegou a 783 — a maior desde 20 de agosto de 2021, quando estava em 807.

Por outro lado, a média móvel de casos teve uma pequena queda e está em 167.550, a menor desde 26 de janeiro de 2022, quando estava em 159.877.

Média móvel é uma métrica que leva em conta a média dos números registrados nos últimos sete dias. Ela é utilizada para corrigir distorções causadas pelas subnotificações aos finais de semana.

Com isso, o país acumula 26.599.593 casos de Covid-19 e 632.621 óbitos desde o início da pandemia.

Internações de crianças e adolescentes por Covid-19 triplicam no primeiro mês do ano

As crianças e adolescentes internados com Síndrome Respiratória Aguda causada pela Covid-19 triplicaram no início deste ano em relação ao mesmo período de 2021.

Segundo dados do Ministério da Saúde, para o mês de janeiro, as hospitalizações saltaram de 697 para 2.122, na faixa entre zero e 19 anos. Já as mortes quase dobraram, saindo de 49 para 86. Leia mais.
Saúde vai distribuir doses para vacinar todas as crianças até 15 de fevereiro, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (7) que a pasta distribuirá doses suficientes para vacinar contra a Covid-19 todas as crianças entre 5 e 11 anos de idade até o dia 15 de fevereiro.

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem