VIOLÊNCIA: Apenado monitorado por tornozeleira eletrônica é assassinado com tiros nas costas após deixar bar



Porto Velho, RO - Um apenado monitorado por tornozeleira eletrônica identificado como Alexandre Cunha Santos, 29 anos, foi executado com vários tiros nesta madrugada de domingo (13), no cruzamento das Ruas Chico Mendes com Carlos Reis, bairro Mariana, zona leste de Porto Velho.

De acordo com informações preliminares de testemunhas, a vítima e um amigo estavam em um bar nas proximidades e quando resolveram ir embora, foram perseguidos por dois suspeitos que estavam em uma motocicleta modelo Honda fan preta.

Quando se aproximaram a testemunha percebeu quando o carona desceu de arma em punho e correu, já a vítima não se atentou e acabou sendo executado com cinco tiros, sendo um no pescoço e quatro nas costas e na sequência a dupla criminosa fugiu do local em alta velocidade tomando destino ignorado.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e quando chegou no local puderam avistar o corpo da vítima em uma poça de lama devido está chovendo muito e solicitaram uma equipe do Samu pra que o médico pudesse constatar o óbito.

O local foi isolado e a perícia criminal junto com o rabecão foram acionados para fazer os trabalhos necessários, onde foi possível localizar o local cápsulas de pistola calibre .40 próximas do corpo.

Uma equipe de investigadores da delegacia de homicídios esteve no local e apurou que a vítima tinha passagem pelo crime de tráfico de drogas e estava de tornozeleira, porém, desligada devido ter dado problema e ele se aproveitou da situação para sair para beber no bar com um amigo.

A polícia civil não descarta um possível acerto de contas com o tráfico de drogas na região. Após a finalização da perícia o corpo de Alexandre foi liberado e removido para o Instituto Médico Legal.

Fonte: Redação

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem