PREJUÍZO: Furtos de fiação elétrica deixam parte do Espaço Alternativo às escuras


Furtos de fiação deixam trecho de Espaço Alternativo na escuridão

Porto Velho, RO - Parte da iluminação do Espaço Alternativo, em Porto Velho, foi danificada por ações de vandalismo e uso irregular do serviço. O local é bastante frequentado por pessoas que buscam a prática esportiva e lazer ao ar livre.


A moradora Aline Katter teve que mudar rotina por conta do ocorrido

O problema foi constatado recentemente pela Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), que vem realizando, constantemente, a manutenção da iluminação no espaço. A passarela, um dos principais dos pontos de referência do local, é um dos trechos mais prejudicados pela escuridão, conforme levantamento da empresa.

Segundo o diretor técnico da Emdur, Eduardo Pires, já foram cinco ações de manutenção somente neste início de ano. “Constatamos que os primeiros apagões foram causados pelo superdimensionamento do uso da rede elétrica, devido às ligações clandestinas dos ambulantes. Em uma dessas manutenções também identificamos que alguns dos diferentes circuitos que compõem a rede de iluminação pública foram furtados. O grande problema é que os cabos foram picotados, o que prejudica ainda mais o reparo no local, e o prejuízo aos cofres públicos do município que terá de substituir grande parte da rede elétrica”, explicou.

Outros pontos recentes demandaram manutenção fora do planejamento ordinário da Emdur, como a avenida Campos Sales, no trecho entre a BR-364 e o Pronto Socorro João Paulo II, a avenida Guaporé, entre a avenida Rio de Janeiro e a BR-364, e a Estrada da Penal, que teve cerca de 1.800 metros de cabo furtados.


Furtos de fiação e uso irregular comprometem serviços de iluminação pública

Para Lia Gomes, frequentadora do espaço, a prática criminosa causa indignação. “É um local onde a população vem para desenvolver atividades físicas, mas que fica comprometida devido a esse tipo de vandalismo. Não há como entender o porquê deste tipo de ação que prejudica a todos”, afirma.

Já para Aline Katter, que pratica corrida no local, os problemas na iluminação geraram uma mudança em sua rotina. “Eu corria pela manhã, às 5h30, mas paramos, pois estava escuro e tinha muito furto. Mudamos para as 18h e, ainda assim, é bem visível a deficiência na iluminação ocasionada pelo vandalismo e também pelos ambulantes que usam da fiação de forma irregular. A gente sabe que o problema principal é esse tipo de atitude”, afirma.

Ainda de acordo com Emdur, pelo menos 12 postes foram implantados do ano passado até agora, devido aos acidentes de trânsito que ocorrem no local, muitos motivados por “rachas”. Em qualquer situação irregular a Prefeitura pede que a população denuncie para a Polícia Militar, através do 190.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem