OPERAÇÃO BEM-TE-VI: Polícia Civil deflagra operação em combate a quadrilha especializada em roubos de veículos


Porto Velho, RO - A Polícia Civil de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores em ação conjunta com outras unidades policiais da capital (2º DP, 4º DP, 5º DP, Delegacia de Candeias do Jamari, Departamento de Narcóticos-DENARC, Delegacia Especializada de Combate à Corrupção – DECOR, Coordenadoria de Recursos Especiais – CORE/PC), com o Núcleo de Operações Aéreas – NOA/SESDEC, Polícia Militar (Força Tática 01 e 02) e Polícia Rodoviária Federal, deflagraram na manhã de hoje (05/01) a operação Bem-te-vi, em combate a crimes contra o patrimônio e organização criminosa especializada em roubos de veículos em Porto Velho-RO.

A ação policial foi coordenada pelos delegados Alessandro Morey e Rogério Alessandro e teve com objetivo cumprir vários mandados de busca e apreensão e prisões, na localidade denominada Vila Princesa, nesta Capital.

O intenso trabalho investigativo iniciou após denúncias de roubos em propriedades rurais nas proximidades da Vila Princesa, de onde foram subtraídos veículos, diversos bens patrimoniais e realizadas transferências bancárias via PIX, tudo com a prática de graves ameaças e violências físicas às vítimas.

Durante as investigações, os policiais localizaram automóveis furtados, motocicletas adulteradas, coletes balísticos de forças de segurança, armas de fogos e outros objetos roubados escondidos em matagais próximo à localidade.

As investigações apontaram indícios de que as ações foram praticadas por um grupo criminoso que agia sempre com muita agressividade com às vítimas. O grupo fazia o “desmanche” de veículos, o tráfico de drogas e agiam com violência para com os humildes moradores do vilarejo, tudo como forma de garantir o sustento vil dos infratores da facção criminosa denominada “Comando Vermelho”.

Assim, a urgência das medidas judiciais revelou-se necessária ante a gravidade dos fatos delituosos praticados, que assim o foram com absoluta audácia e desrespeito às leis penais, bem como garantia da ordem pública e paz social, pois não se pode admitir que grupos criminosos organizados ou não, possam aterrorizar e subjugar cidadãos de bem e, principalmente, em total afronta às instituições constitucionalmente previstas a lhes garantir segurança e justiça!

A operação policial foi nominada de “Bem-te-vi”, pois decorre de uma das propriedades rurais palco de covardes crimes contra o patrimônio, objeto de investigação desta Delegacia Especializada e, não só por isso, vez que naquela região existe grande quantidade de tais pássaros encantando a natureza.

Fonte: PC

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem