Cristiane Lopes avalia atuação de Hildon Chaves: "muita maquiagem e faltam ainda serviços importantes”

 Jornalista Yalle Dantas, entrevistando a secretária adjunta de educação Cristiane Lopes

Porto Velho, RO A atual secretária adjunta de Educação do Estado de Rondônia, Cristiane Lopes, que foi vereadora de Porto Velho na legislatura passada e concorreu ao Executivo Municipal da capital em 2.020, chegando ao segundo turno, concedeu entrevista no último sábado à jornalista Yalle Dantas, na Rádio Rio Madeira FM 105,9, ocasião em que fez sua avaliação acerca do desempenho do prefeito Hildon Chaves no primeiro ano de gestão.

Fazendo questão de afirmar que suas opiniões não tem cunho político, mas se trata de exercício de cidadania, ela afirmou que espera muito mais do prefeito ao longo do mandato. Em sua análise, Hildon tem dado muita ênfase a região central de Porto Velho, com obras de recapeamento em vias que constantemente recebem este tipo de manutenção, e tem deixado artérias importantes para o trânsito portovelhense sem nenhum tipo de ação.

Ela se referiu a avenidas como Guaporé, Vila Mariana e outras das zonas Sul e Leste “que estão completamente destruídas e esquecidas na cidade, sem nenhuma sinalização de que receberão melhorias”.

Na opinião de Cristiane, fazer esse tipo de trabalho no centro “fica bonito para filmar com o drone e usar na propaganda, mas o problema é de quem mora lá para dentro dos bairros”, que eventualmente acaba ficando com suas demandas sem solução.

Para ela, faltam serviços importantes na agenda da administração, como o caso de drenagens e abertura de canais, atacando problemas históricos da cidade, algo que o cidadão espera, e “não apenas maquiagem”.

“A visão de cidade do prefeito está muito tímida, é preciso expandir um pouco mais”, aconselha a ex-vereadora e ex-candidata, lembrando também que a situação dos distritos da capital carece de muito mais atenção por parte da administração portovelhense.

CONFIRA VÍDEO:

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem