INVESTIMENTO: Mais de R$ 34 milhões vão ser repassados aos municípios de Rondônia para custeio da Atenção Primária à Saúde


Parte dos R$ 34 milhões vai para empenhados na manutenção de leitos de UTIs e clínicos pós-covid

Porto Velho, RO - Os esforços do Governo de Rondônia em garantir um atendimento completo na Rede Estadual de Saúde e no tratamento de pacientes com covid-19 não param. Serão repassados R$ 34.542.000,00 (trinta e quatro milhões, quinhentos e quarenta e dois mil reais) para custeio da Atenção Primária à Saúde (APS), nos 52 municípios de Rondônia e manutenção de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e clínicos (pós-covid), nos municípios de Ji-Paraná, Jaru, Ariquemes e Vilhena. O recursos para APS é no valor de R$ 12 milhões e para leitos de UTI, R$ 22,5 milhões.

COFINANCIAMENTO À APS

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a atenção básica ou atenção primária em saúde é conhecida como a “porta de entrada” aos usuários nos sistemas de saúde. Ou seja, é o atendimento inicial, que tem como objetivo orientar sobre a prevenção de doenças, solucionar os possíveis casos de agravos e direcionar os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade.


Na reunião com Secretarias do Estado e dos municípios foi tratado sobre os recursos

Para que os procedimentos continuem sendo realizados de forma célere e segura, o Governo do Estado vai liberar para os 52 municípios o repasse financeiro no valor total de R$ 12 milhões, que visa custear as ações das equipes de famílias, bem como, serviços de cadastramento de usuário dentro do sistema E-sus, capacitação, técnicos, insumos das unidades básicas, reformas, compra de uniforme para agentes comunitários, contratualização de terceiros, entre outros.

O coordenador da Gerência de Programas Estratégicos de Saúde (Gpes), Richael Menezes Costa, explica como o cofinanciamento será repassado às unidades. “Os municípios precisam enviar um plano de atividade, que define metas e estime todos os gastos necessários, para ser encaminhado ao Conselho Municipal de Saúde e por fim, aprovado”.

MANUTENÇÃO DE UTIs E LEITOS CLÍNICOS

De acordo com a Secretaria da Saúde, será repassado o montante de R$ 22,5 milhões em recursos fundo a fundo aos municípios de Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná e Vilhena para custeio exclusivo dos pacientes da covid-19 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e leitos clínicos (pós-UTI).

Deste recurso, cerca de R$ 11,9 milhões serão repassados como compensação aos referidos municípios que mantiveram disponibilizados leitos de UTIs covid nos meses de agosto à novembro.

Ficando assim distribuído: Ariquemes (R$ 6,3 milhões); Jaru (R$ 960 mil); Ji Paraná (R$ 2,2 milhões) e Vilhena (R$ 2,2 milhões).

Os outros mais de R$ 10,6 milhões, serão repassados para que se mantenha a garantia de leitos covid-19 nos quatro municípios até fevereiro de 2022.

O secretário da Saúde, Fernando Máximo, destaca a necessidade da distribuição de recursos. “A pandemia ainda não acabou, por isso precisamos preparar nossos hospitais para atender toda à população de Rondônia, sem que haja filas para internações. Vale ressaltar que é de suma importância os leitos clínicos, pois quando o paciente é curado do vírus, ele ainda precisa ser acompanhado por médicos e enfermeiros, sendo assim transferido para leitos clínicos pós- covid”, finaliza.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem