NOVEMBRO AZUL: Próximas ações acontecem na Base Aérea e Unidade de Saúde Hamilton Gondim


Profissionais terão orientações e testes em saúde

Porto Velho, RO - A Prefeitura de Porto Velho segue com ações de conscientização e promoção de saúde aos homens como parte da campanha Novembro Azul. Nesta semana, profissionais da Base Aérea e servidores da Unidade de Saúde Hamilton Gondim receberão serviços e orientações sobre a saúde masculina.

AÇÕES

Na Base Aérea, cerca de 800 profissionais serão atendidos com palestra de educação em saúde e ginástica laboral, além da oferta de testes rápidos de sífilis, HIV e hepatites virais. Também serão disponibilizados aferição de pressão e teste de glicemia.

Na Unidade de Saúde Hamilton Gondim, servidores participam de ginástica laboral. Já no Centro de Educação Técnico-Profissional na Área de Saúde (Cetas), haverá uma conversa com servidores sobre a saúde do homem, com o médico José Carlos Coutinho.


Município apoia a campanha com várias ações estratégicas

CAMPANHA

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio do Departamento de Atenção Básica e da Coordenação Municipal de Saúde do Homem, vem intensificando o acesso e acolhimento ao público masculino nas Unidades Básicas de Saúde, com consulta com clínico geral, atualização do cartão de vacina, exames de rotina com o PSA, pré-natal do parceiro, consulta odontológica, dentre outros.

Palestras de conscientização da campanha e oferta de ginástica laboral também ocorrem durante o mês nas unidades de saúde Osvaldo Piana e Ronaldo Aragão, no Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero), Porto Graneleiro, e no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Rondônia (Iperon).

“Apesar do Novembro Azul ser tratado como um mês especial para o cuidado da saúde do homem, é importante que esse público saiba que o cuidado e prevenção devem ser realizados durante todo o ano”, frisa a coordenadora municipal de Saúde do Homem, Cleide Silva Davy.

Ela destaca a importância do homem buscar as unidades de saúde para acolhimento e informação sobre saúde sexual e reprodutiva, paternidade ativa e cuidado, saúde mental, além de doenças como hipertensão, diabetes e estímulos a hábitos saudáveis.

“O Novembro Azul não se trata somente do câncer de próstata. Precisamos ampliar esse foco e promover cuidado para saúde integral”, finaliza a coordenadora.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem