CAPACITAÇÃO: Profissionais da Saúde são capacitados para atuarem nas Unidades de Terapia Intensiva em Rondônia


Iniciativa do Governo de Rondônia visa atender hospital de Porto Velho, Cacoal, Buritis, Extrema e São Francisco

Porto Velho, RO - Trinta profissionais de saúde participaram do Curso de Atualização de Medicina Intensiva (CAMI), realizado no final de semana, em Porto Velho, com o objetivo de promover uma revisão atualizada dos principais temas de Medicina de forma condensada. A ação foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com o Centro de Educação na área de Saúde (Cetas).

A iniciativa do Governo de Rondônia visa atender os hospital de Porto Velho, Cacoal, Buritis, Extrema e São Francisco. O número de vagas foi distribuído pela direção e coordenação dos núcleos de educação permanente de cada hospital. Com a duração de dois dias, o curso, teve caráter teórico e busca utilizar a literatura científica para fornecer maior conhecimento aos profissionais envolvidos na terapia intensiva.

“A finalidade é sistematizar o atendimento prestado ao paciente internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), diminuindo taxas de morbidade, mortalidade, o número de sequelas temporárias e definitivas, sem contar com o benefício decorrente da diminuição do sofrimento do paciente e da sociedade, principalmente nesse momento de covid-19”, explica a enfermeira e pedagoga do Cetas, Marcela Milrea Araújo.

No primeiro dia de capacitação foi realizada aulas de reposição volêmica e drogas vasoativas; injúria renal aguda; avaliação da oxigenação tecidual; morte encefálica; monitorização hemodinâmica; tromboembolismo pulmonar; hemotransfusão; eletrólitos; acidose metabólica; e aulas sobre a covid-19.

Já no segundo dia foram realizados cursos de pneumonia; sepse; Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA); oligúria no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI); analgesia e sedação; alterações endocrinológicas e casos clínicos.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem