VALORIZAÇÃO: Governo finaliza elaboração do PCCR dos servidores efetivos da saúde em Rondônia



Plano de Carreira, Cargos e Salário prevê que, a partir de 2022, os servidores da saúde terão aumento salarial

Porto Velho, RO - A construção do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR) dos servidores efetivos da saúde foi finalizado e aprovado durante reunião realizada na quarta-feira (27), entre o governo do Estado e representantes de Sindicatos da categoria, que há 20 anos lutava pela conquista. 

O plano será encaminhado à Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) e, posteriormente, para a sanção do governador do Estado, Marcos Rocha.

O PCCR visa a valorização dos profissionais da saúde, com previsão de aumento salarial e atendendo os anseios da categoria e foi construído por várias mãos, com parcela importante de contribuição dos sindicatos, dos conselhos, da Assembleia Legislativa de Rondônia, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Casa Civil, Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep), Instituto de Previdência dos servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) e dos servidores do recursos humanos do estado, todos capitaneados e coordenados pelo governador Marcos Rocha.

O secretário de saúde, Fernando Máximo, salienta que o PCCR é uma luta histórica de duas décadas e é extremante justa a aprovação do plano a esses servidores que sempre se doaram pela saúde de outras pessoas. “Eu, como servidor fico muito feliz em deixar, juntamente com governador Marcos Rocha, esse legado que se estendeu por 20 anos”, disse.


Ana Paula trabalha há 28 anos no Hospital de Base

Máximo reiterou que o aumento salarial aos trabalhadores da saúde é extremamente justo, levando em consideração o trabalho árduo e a dedicação que esses servidores têm tido com a Sesau e pelo povo de Rondônia, especialmente, nesse momento de pandemia. “Sempre foi prioridade do governador Marcos Rocha que o PCCR fosse construído e aprovado, para que a partir de janeiro de 2022, os profissionais tenham aumento salarial”, finaliza Máximo.

A enfermeira Ana Paula Santos Cruz, de 51 anos, servidora no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro há 28 anos, agradeceu todo o empenho do Governo o Estado pela construção do plano de carreira e evidenciou que este sonho não era somente dela, mas de toda uma categoria de profissionais da saúde que aguardava por essa conquista. “Acompanhei desde o início, todo o processo de construção do PCCR e observei que o Poder Executivo se dedicou na construção do plano para que nós tivéssemos aumento salarial e, assim, nosso trabalho fosse reconhecido e valorizado”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem