NOVA HISTÓRIA: Distrito de Estrela Azul ganha escola moderna construída pelo Governo de Rondônia; novas estruturas dão fim aos velhos contêineres



Rondônia bateu vários recordes no agronegócio importantes para o desenvolvimento econômico

Porto Velho, RO - Uma nova história se inicia para a pequena comunidade do distrito de Estrela Azul, pertencente ao município de Machadinho do Oeste, com a inauguração da moderna Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Vivaldino Fernandes de Ávila, que foi construída pelo Governo de Rondônia, deixando no passado os velhos contêineres, chamados antes pelos moradores de salas de latão. A solenidade ocorreu na manhã de sexta-feira (30), com a presença do governador do Estado Marcos Rocha, destacando o respeito e dignidade garantidos à população e o avanço na qualidade de ensino com a nova estrutura.

Com ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a ampla escola marca a conquista para o distrito de Estrela Azul. O que antes eram caixas de latas, inseguras e perigosas, hoje, deu lugar a uma estrutura com dez salas de aulas, uma quadra de esportes, laboratório de informática, biblioteca, refeitório, cozinha e salas administrativas.



Alunos terão maior incentivo à leitura com a moderna biblioteca

A obra foi determinada pelo próprio governador Marcos Rocha logo nos primeiros meses de gestão, quando esteve em visita à comunidade e deixou claro que os professores e alunos que todos seriam tratados com dignidade.

A construção da nova escola foi iniciada em 16 de abril de 2019, sendo concluída em 5 de novembro de 2020, com investimento total de R$ 4.304.575,91 (quatro milhões, trezentos e quatro mil, quinhentos e setenta e cinco reais, e noventa e um centavos), recursos próprios do Estado. A escola já conta com toda a estrutura para receber os alunos, com carteiras novas, computadores e outros equipamentos.

“É com orgulho que estamos inaugurando as instalações da escola Vivaldino Fernandes Ávila aqui no distrito de Estrela Azul, sendo um espaço que servirá para alavancar a aprendizagem do conhecimento, desenvolver habilidades, valores e a formação dos nossos cidadãos”, argumentou o governador deixando claro que o Governo do Estado tem feito de tudo para valorizar os profissionais da Educação.

RELATOS



Professora Josemeire volta ao local dos contêineres e lembra que o amor pela Educação superava às dificuldades

Ao lembrar dos antigos contêineres, a professora Josemeire Maldonato se emociona quando comenta sobre o sufoco enfrentado pela comunidade estudantil. “Sorrimos e choramos juntos e todos aqueles dias de sufoco ficarão na lembrança. Demos nosso suor e lágrimas para ver nossos alunos aprendendo mesmo passando por situação horrível com as velhas latas de ferro. Hoje, temos a grata satisfação de estarmos recebendo essa nova estrutura e agradecemos a Deus por essa conquista”, disse a professora resgatando da memória o momento em que o governador Marcos Rocha em visita no primeiro ano de seu governo e disse para todos que não admitiria mais os contêineres e que professores e alunos merecem dignidade.

A recordação da professora foi reforçada pelo secretário da Educação, Suamy Vivecananda Lacerda, que ao fazer uso da palavra lembrou da frase deixada pelo governador: “não quero saber de contêineres”. O titular da pasta enfatizou que a nova escola traz justiça social e ressaltou que os investimentos do Governo do Estado para a área são importantes, garantindo que serão investidos todos os recursos até a última moeda da Educação na educação.



Aluno Felipe de Oliveira conheceu novo laboratório de informática

A cada olhar na nova estrutura parecia como se fosse um filme para a dona de casa Angélica Lopes, mãe da aluna Ketelen Naiara, de 13 anos e que estuda no 8º ano. “Era um sofrimento enfrentado por todos nas velhas latas. Hoje, minha filha está aqui vendo abismada às novas instalações”, disse.

O pequeno Felipe de Oliveira aproveitou o momento para olhar de perto a nova realidade. Ele não conteve a emoção de poder dar seus primeiros passos na inovação ao conhecer o moderno laboratório de informática que irá auxiliar os alunos na inclusão digital. “É muita alegria. Já estou esperando para podermos vir para a escola”, disse.

O aluno Walace da Silva, do 1º ano, disse que há mais de seis anos viveu os momentos das velhas caixas de lata, como costumavam chamar. “Convivíamos com o calor, o perigo, ou seja, era tudo ruim. Agora, está tudo bom. Estamos todos alegres e tudo que foi feito será para um melhor aprendizado”, disse.

AULAS PRESENCIAIS

A missão de dirigir a escola está a cargo do diretor Luiz Carlos que retrata o avanço com o espaço moderno e a importância para o processo de aprendizagem. O diretor afirmou que as aulas presenciais estão previstas para iniciarem no mês de outubro, atendendo as definições do plano de retomada das aulas presenciais da Seduc.



Governador Marcos Rocha destacou a dignidade ao inaugurar a nova escola

A Escola tem 404 alunos do Fundamental e 180 alunos do Ensino Médio; no total são 584 alunos.

A instituição tem 17 professores e 24 servidores do administrativo e apoio.

O nome da escola representa uma homenagem a um dos primeiros moradores do distrito.

O terreno onde está construída a unidade escolar foi doado pela família, mas precisamente o irmão de Vivaldino, o morador do distrito Gilmar de Ávila. Na cerimônia, esteve presente o morador Jânio de Ávila que representou toda a família. No estabelecimento de ensino, uma das merendeiras é esposa do filho de Vivaldino que disse se sentir emocionada quando fala do passado em que todos sofriam com as salas de lata.

Ao finalizar, o governador Marcos Rocha fez um breve apanhado das ações desenvolvidas para a Educação com a construção e reformas de escolas, sendo mais de 170 salas de aula construídas; 34 novos refeitórios; 24 novos auditórios; 50 reformas elétricas e 208 reformas diversas.

“Agora, o cenário mudou. Transformamos este local em um verdadeiro espaço de aprendizagem. Agradeço ao empenho de todos os envolvidos neste projeto tão grandioso. Que todos façam um excelente uso desta instituição de ensino. O Governo estará sempre traçando novos caminhos para a Educação”, frisou o governador.

Também participaram da solenidade de inauguração da escola, o prefeito de Machadinho do Oeste, Paulo Henrique; o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo José; a secretária-adjunta da Seduc, Cristiane Lopes; a coordenadora Regional de Educação de Machadinho do Oeste, Edileusa Almeida; o deputado estadual Adelino Folador, e outras autoridades.



Descerramento da placa marca uma nova história para professores e alunos do distrito de Estrela Azul

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem